Aíla
  • Sobre Aíla

    Aíla

    Aíla

    Na infância, a época do ano mais esperada por Aíla eram as férias de julho, ocasião em que ela visitava seu avô, Alexandre Magalhães, compositor e multi-instrumentista, na distante Conceição do Araguaia, no Sul do Pará. “Meu avô me alimentava do que eu mais amava, música, com referências que iam desde Tom Jobim à Villa-Lobos”. No restante do ano, a música também se fazia presente na vida de Aíla. Da vitrola da sua mãe, dona Wal, saíam os sons da Jovem Guarda e do Rock Psicodélico da Tropicália (Roberto e Erasmo Carlos, Wanderléa, os Mutantes), além dos bregas/românticos de Odair José, Osvaldo Bezerra e Alípio Martins, que invadiam os seus ouvidos pela Rádio Marajoara FM.

    Não demorou para Aíla deixar a condição de ouvinte e buscar o aprendizado musical. Dos 11 aos 13 anos, estudou Musicalização e Teoria Musical na Escola de Música da UFPA, enveredando para o canto popular. Na adolescência, venceu festivais escolares interpretando composições suas. E suas principais referências dessa fase vieram dos ídolos pops da música brasileira, Cazuza, Arnaldo Antunes, Marina Lima, Marisa Monte, entre outros.

    Com o sonho de ser diplomata e comunicadora, formou-se em Secretariado Executivo Trilíngue na UEPA. Mas, em meio ao curso, a paixão pela música falou mais alto e Aíla decidiu então se lançar profissionalmente como cantora em 2008. Nesse período passou a conviver com vários artistas na cena musical de Belém, entre os quais Felipe Cordeiro, com o qual participou de diversos festivais, sendo premiada como Melhor Intérprete em dois deles. Dessa parceria surge, em 2012, o Cd Trelêlê (c/ produção musical de Felipe Cordeiro), que passeia por referências que vão do brega ao pop, passando pela guitarrada, carimbó e jovem guarda, num diálogo entre a tradição e o contemporâneo, uma estética que sempre fascinou Aíla.

    Trelelê vem tendo excelente repercussão nacional. Aíla já levou seu show a importantes festivais independentes pelo Brasil, como o Quebramar (AP), Conexão Vivo (PA) e Contato (SP). Em maio de 2012, foi escolhida para abrir o Festival Levada Oi Futuro (RJ), que destaca novos talentos da música brasileira. Aíla também tem sido destaque em importantes publicações nacionais, como a Folha de S. Paulo, O Globo e O Dia (RJ), Correio Braziliense, Hoje Em Dia (BH), e A Gazeta (ES), além de ter seu primeiro disco resenhado, recentemente, na revista Billboard Brasil.Agora segue rumo à turnê de Lançamento do disco

    Integrantes:

    Telefone: (91) 3086-7137
    E-mail: producaoaila@gmail.com

    Origem: Belém - pa (Brasil)

    Residência: Belém - pa (Brasil)

    Estilo
    Pop, Brega, Carimbó, Guitarrada, Zouk Love, Cúmbia, Salsa

    Redes Sociais

  • últimos tweets

  • Assista aqui o videoclipe!

  • MÚSICAS

  • Fotos

    aila_foto-roberta-carvalho-517c35b44e9f4.jpg 5-aic2a6ula_foto-renato-reis-5137ddc3c8a11.jpg foto-roberta-carvalho-2-5137de6ddbf34.JPG aila-7_foto-brunno-regis-jpg-517c5bfa86bca.jpg aila-5_foto-brunno-regis-517c5bc6a66e5.jpg